A academia

A Academia OPALA é um local de partilha de ideias artísticas
e de ensino individualizado para todas as idades, transmitindo um espírito jovem, inclusivo, criativo e criando oportunidades para disseminação dos trabalhos dos seus alunos e dos seus professores.

"

Conhece a equipa

A equipa

Marta Oliveira

Diretora e Professora de Ballet Clássico,
PBT e Técnica de Pontas

Iniciou os seus estudos em dança com cerca de 3 anos praticando Ballet clássico Técnica RAD, Técnica Vaganova e Técnica de Pontas com diversos professores, entre os quais Diana Leitão, Luísa Ferreira, Aleksander Vorontsov e Elena Vorontsova, tendo realizado o exame de Advanced 1 da Royal Academy of Dance. Para além disso tem também experiência em Dança Contemporânea com a professora Cláudia Eiras, Dança Jazz e Técnica de Pas de deux, com o professor Marcelo Andrade.

Participou no 18º Curso Internacional de Dança onde, para além de todas as técnicas referidas, aprofundou os seus conhecimentos em Dance Conditioning e Pointe work. É professora de Ballet Clássico desde os seus 18 anos, preparando alunos para exames, audições internacionais e espetáculos. Coreografou peças clássicas e contemporâneas para estudantes de todas as idades e atualmente frequenta o último ano do Certificate in Ballet Teaching Studies na Royal Academy of Dance.

Para além da Dança, a Ciência também sempre esteve presente na sua vida, frequentando 4 anos o Mestrado em Medicina e atualmente o Mestrado em Neurobiologia, onde segue investigação em epilepsia. Participou em diversos cursos como em Biologia Molecular no IPATIMUP, Medicina Legal, Formação para Rastreios, Suporte Básico de Vida e outros congressos nacionais de Medicina. Por último, obteve o Professional Diploma in Nutrition com a Shaw Academy em 2020.

Ana Lia

Professora de Hip Hop

Concluiu o ensino secundário na escola profissional Balleteatro no curso de ‘intérprete de dança contemporânea’. Estudou na Escola Superior de Dança de Lisboa onde completou a Licenciatura em Dança. Na Dinamarca, frequentou o curso de dança versátil da International Dance Academy. Participou em workshops com Diana Matos, PLock, André e Gonçalo Cabral e Hugo Marmelada. Trabalhou, ainda, com coreógrafos como Vítor Fontes, Cristina Planas Leitão, Né Barros, Cessariny, Amélia Bentes e Ângelo Cid Neto. Fez parte do grupo de competição Companhia All About Dance alcançando vários pódios em campeonatos nacionais de hip-hop. Possui 13 anos de experiência em hip-hop.

Benedita Santos

Professora de Pintura

Pintora e artista contemporânea atualmente produzindo trabalhos em torno dos temas identidade, corpo humano e perceção feminina. Com ênfase na pintura e anatomia do nu, mas também produzindo trabalhos em reflexões / projetos mais curtos e algumas ações site-specific. Formou-se em Artes Plásticas – Pintura da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, realizando a sua Pós-Graduação em Estudos Artísticos – Museologia e Estudos Curatoriais e Mestrado em Pintura na mesma Faculdade. Participou em diversas exposições individuais e coletivas desde 2013, sendo-lhe atribuída uma Honorable Mention no prémio Rainha Isabel de Bragança na Galeria de Arte do Casino Estoril. Para além disso possui publicações em diversas revistas e deseja agora partilhar os seus conhecimentos como professora de Pintura.

 

Ana Pinho

Professora de Desenho

Licenciatura em Escultura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, assume que o seu trabalho artístico que tem como temática o corpo hibrido e disforme, fora das regras académicas. Atualmente, este modo tem-se fundido com elementos naturais, permitindo a sua interação com as paisagens imaginárias envolventes. Desde 2011 que expõe a título individual e coletivo. Em Janeiro de 2020 funda a “Oficina Cobalto”, open studio que permite a inter-relação entre diversos artistas emergentes, bem como espaço de desenvolvimento de trabalho artístico e de apresentação de diversas mostras e projetos. Em paralelo vai desenvolvendo projetos artísticos de âmbito coletivo e individual, trabalhando com (e para) espaços de vínculo artístico. Atualmente, a prática artística desenvolvida prende-se pela necessidade urgente de desenhar através de processos acumulativos de catarse pessoal que se aliam a paisagens imaginárias. O uso de textos pessoais como base de criação é cada vez mais recorrente, fazendo alusão às memórias e à infância. Os materiais usados variam conforme a necessidade de obter determinado resultado, tendo todo o processo criativo valores de grande plasticidade, mistura de técnicas, materiais e texturas.

 

Juliana Alves

Professora de Violino e Viola D’Arco

Iniciou os seus estudos musicais, em violino, na Academia de Música de Paços de Brandão, onde mais tarde mudou para viola d’arco e onde venceu o 1º Prémio nos anos de 2012 e 2015, no Concurso Nacional Paços Premium. Licenciada pela Escola Superior de Artes Aplicadas em viola d’arco, frequenta agora o Mestrado em Ensino da Música, na Universidade de Aveiro, com o Professor António Pereira.

Participou em diversos Masterclasses orientados por prestigiados professores tais como Ana Bela Chaves, Leo de Neve, Dorothea Vogel, Christophe Desjardins, Aida Carmen Sonae. Trabalhou também com maestros de renome entre eles Semyon Bychkov, Peter Stark, Pedro Neves, Julien Benichou, Joana Carneiro, Jean-Sébastien Béreau, entre outros.

Integrou a Jovem Orquestra Portuguesa, o Estágio Orquestra Gulbenkian, a Orquestra Académica Filarmónica, a Orquestra sem Fronteiras, a Orquestra Nacional de Jovens, a Orquestra Sinfónica de Gouveia, a Orquestra Sinfónica de Jovens de Santa Maria da Feira e a Orquestra Juvenil de Viseu. Colabora regularmente com a Orquestra Filarmónica Portuguesa e é violetista reforço da Orquestra Filarmonia das Beiras e da Orquestra da Costa Atlântica.

É professora na Academia Nacional de Jovens, no projeto Orquestra Nacional Juvenil e na Escola de Música da Tuna Orfeão de Grijó.

É professora na Academia Nacional de Jovens, no projeto Orquestra Nacional Juvenil e na Escola de Música da Tuna Orfeão de Grijó.

 

Tiago Pinto

Professor de Piano e Teoria Musical

Iniciou os seus estudos musicais em Patos de Minas, a sua cidade natal; em seguida, realizou a sua graduação na Universidade Federal de Minas Gerais, em Belo Horizonte, sob orientação do professor Miguel Rosselini. Posteriormente, estudou com o professor Paulo Álvares na Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco. Atualmente, frequenta o Mestrado em Ensino de Música na Universidade de Aveiro. Ao longo de diversos festivais e masterclasses, trabalhou com pianistas aclamados como Boris Berman, Bruno Canino, Josep Colom, Anna Vinnitskaya, Ueli Wiget e Eduardo Monteiro. Já se apresentou em salas de concerto em Portugal, Brasil, Itália e Alemanha. Além da música, tem um grande interesse por literatura e história da arte, tendo sido convidado para ministrar seminários sobre as conexões entre música e teoria literária nos cursos de graduação, mestrado e doutoramento da Universidade Federal de Minas Gerais. Profissionalmente, destacam-se as suas atividades como professor de piano e pianista acompanhador no Conservatório da Guarda e na Escola Profissional de Artes da Covilhã.

 

Vasco Machado

Professor de Guitarra e improvisação

Iniciou a aprendizagem de música aos 8 anos de idade através do piano, mas foi na guitarra que se desenvolveu enquanto músico.

É aluno da Escola Superior de Artes e do Espetáculo na variante de Guitarra Jazz. Atualmente é Professor de Música em diversas escolas e completou os cursos de Rock 101 na Academia Breyner 85 e de Jazz na Academia Valentim de Carvalho.

Ana Leão

Professora de Violoncelo

Frequenta o Mestrado em Ensino na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto e é primeiro reforço da Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música. É também fundadora e violoncelista do Quarteto Sakura, com quem trabalha desde julho de 2020. Após terminar a Licenciatura na classe do professor Filipe Quaresma na ESMAE, ingressou no Mestrado em Performance na Codarts University of Arts concluindo com as melhores recomendações “grande talento, carácter e trabalho arduo” (Jeroen den Herder, professor na Codarts University of Arts, março 2019), “…musicalidade e expressão artística única” (Roger Ragter, chefe de naipe dos violoncelos da Residentie Orkest The Hague, Julho 2020). Já colaborou com várias orquestras portuguesas, entre as quais a Orquestra de Câmara Portuguesa, a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música e a Orquestra Gulbenkian, onde teve a oportunidade de trabalhar com maestros de renome internacional. No âmbito de Música de Câmara integrou o Calesma Quintet sob orientação de Gijs Kramers e Bart Van de Roer.

 

Ivo Magalhães

Professor de Canto

Iniciou os seus estudos de música em 2008 tendo como instrumento o violino, mas vindo a descobrir a sua paixão pelo canto anos mais tarde. Em 2013 ingressa a classe do Prof. José Corvelo, oficializando o início dos seus estudos na área do canto. No ano seguinte, trabalhou simultaneamente na classe do Prof. José Corvelo e na da Prof. Irma Lizi Amado. Frequentou também o Conservatório de Gaia na classe da Prof. Fernanda Correia, com a qual trabalhou durante dois anos, e em 2016 ingressou no curso superior de Canto Teatral no Conservatório Superior de Gaia. No ano letivo de 2017/2018 ingressou na classe da Prof. Isabel Alcobia, na Universidade de Aveiro, com a qual concluiu a sua licenciatura, culminando num recital denominado “Il potere della vera canzone italiana” onde executou grandes obras de Tosti, Denza e Verdi. Em outubro de 2020 iniciou o seu mestrado em ensino, na classe da mesma professora. Em ópera, interpretou o papel de Simone em “Gianni Schicchi” (Puccini), Monostatos em “Die Zauberflöte” (W. A. Mozart) e Andrès, Cochenille, Frantz e Pitichinaccio em “Les Contes d’Hoffmann” (Offenbach). No seu repertório solista destacam-se obras como “Requiem” de Fauré, Le Fou no musical “A Bela e o Monstro”, “Via Crucis” de Liszt, “Magnificat” de Bach e “Messa di Gloria” de Puccini. No seu repertório coral destacam-se as obras: “Messe Breve” de Leo Delibes, “Missa da Coroação” de Mozart, “Requiem” de Mozart, “Magnificat” de Bach, “Paixão Segundo S. João” de Bach, “Requiem” de Verdi, “Carmina Burana” de Carl Orff, entre outras. Participou também em várias masterclass de aperfeiçoamento vocal, destacando-se nomes como Pierre Mak, Paulo Ferreira, Helen Lawson, Ana Paula Russo e Margarida Natavidade.

Diana Martins

Professora de Contemporâneo & Improvisação

Formada pelo Balleteatro Escola Profissional, nas áreas da Dança e Teatro, frequentou ainda vários cursos intensivos em Barcelona, Dresden e Londres.  Continuou os estudos pela faculdade London Studio Centre, tendo tido contacto com os diversos estilos de dança. Realizou, paralelamente, os exames dos Graus 6, 7, 8 e Intermediate de Ballet Clássico, pela Royal Academy of Dance, com a classificação de Distinção.

A par da dança, fez formação em representação para teatro, cinema e televisão.

Como bailarina e atriz, trabalhou na Disneyland Paris, nos Casinos Solverde, fez vários projetos de Teatro Musical, dobragens para cinema de animação, curtas-metragens, telenovelas e anúncios publicitários. Atualmente, leciona dança e teatro em várias escolas.

A par da dança, fez formação em representação para teatro, cinema e televisão.

 

Maria da Fonte

Professora de Teatro

Formou-se na ESMAE na Licenciatura em Teatro de Variante Interpretação, realizando também variados cursos como o Curso Profissional de Interpretação, na ACE, o curso de Produção de Espetáculos com Patrícia Pires, na Artes de Palco Produções, o curso de Formação de Escrita com Rui Vilhena, Formação Profissional de Dobragem para Adultos, entre outros.

Atualmente é actriz profissional tendo participado em diversos espetáculos como o espectáculo de natal “Em Busca do Arco-Íris”, em Perlim, espectáculo portátil “Todos ao Palco”, do Teatro do Bolhão e o emsemble do musical “A Surpreendente Fábrica de Chocolate” com encenação de Claudio Hochman e participação especial de Herman José e Rita Ribeiro. Foi também assistente de encenação no espectáculo musical de final de semestre “Intervalo” do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, em Braga, e diretora de Atores no espectáculo “Ela”, na ESMAE.

Para além disso é professora de movimento e dança criativa para crianças, Expressão Dramática para adolescentes e Danças Afro-latinas para variadas idades. Dedica-se também à idealização, criação e escrita de conteúdo audiovisual e digital.

A academia

A Academia OPALA é um local de partilha de ideias artísticas e de ensino individualizado para todas as idades, transmitindo um espírito jovem, inclusivo, criativo e criando oportunidades para disseminação dos trabalhos dos seus alunos e dos seus professores.

"

Conhece a equipa

A equipa

Marta Oliveira

Diretora e Professora de Ballet Clássico,
PBT e Técnica de Pontas

Ana Lia

Professora de Hip Hop

Benedita Santos

Professora de Pintura

Ana Pinho

Professora de Desenho

Juliana Alves

Professora de Violino e Viola D’Arco

Tiago Pinto

Professor de Piano e Teoria Musical

Vasco Machado

Professor de Guitarra e Improvisação

Ana Leão

Professora de Violoncelo

Ivo Magalhães

Professor de Canto

Diana Martins

Professora de Contemporâneo & Improvisação

Maria da Fonte

Professora de Teatro